Prevenção especial negativa da pena: o terreno fértil para a implementação e difusão da lógica atuarial no subsistema jurídico-penal

Paulo Afonso Cavichioli Carmona, Flávia Nunes de Carvalho Cavichioli Carmona

Resumo


Resumo: O objetivo deste artigo é abordar dentro da temática dos fins da pena a prevenção especial negativa como local onde a dinâmica atuarial tem encontrado seu espaço no subsistema jurídico-penal. Por meio de revisão bibliográfica, o artigo, primeiro, analisa brevemente estudos atinentes às finalidades da pena criminal, sobretudo, sob a ótica de Jorge de Figueiredo Dias. Também traça elementos iniciais de reflexão sobre a “nova penalogia”, observada diante da invasão crescente da dinâmica atuarial no referido subsistema, notadamente na visão de Malcom Feeley e de Jonathan Simon, reconhecidos como os primeiros criminólogos a teorizar e tratar de forma crítica o tema. Aborda, ainda, a dinâmica da justiça atuarial, tecendo críticas ao 'fetiche por números' e apontando o perigo que emerge da implementação da lógica atuarial no subsistema jurídico-penal, uma vez que impacta na política de segurança pública. Conclui-se que o discurso da prevenção especial negativa de neutralização da perigosidade social do agente delitivo também está presente no atuarialismo. Mostrar esta convergência e como os discursos do primeiro se entrelaçam ao do segundo é a grande inovação acerca da temática proposta. Destaca-se que o atuarialismo, sob o pretexto de uma suposta gestão eficiente da criminalidade busca excluir grupos humanos etiquetados como perigosos. Alerta-se, ainda, para os riscos daí advindos como o fato de os modelos de identificação gerar erros (falsos positivos), a perpetuação do etiquetamento de classes já marginalizadas como grupos perigosos e a limitação do cárcere a um lugar apto a tão-somente reduzir riscos, excluir e inabilitar agentes delitivos.

Palavras-chave


Fins da pena. Prevenção especial negativa. “Nova penalogia”. Justiça atuarial. Gerenciamento de risco. Atuarialismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ANITUA, Gabriel Ignacio. História dos pensamentos criminológicos. Rio de Janeiro: Revan, 2008.

DIAS, Jorge de Figueiredo. Questões fundamentais de direito penal revisitadas. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1999.

DIETER, Maurício Stegemann. Política criminal atuarial: a criminologia do fim da história. Rio de Janeiro: Revan, 2013.

FEELEY, Malcom. Actuarial justice and the modern state. In: BRUINSMA, Gerben; ELFFERS, Henk et al (Ed.). Punishment, places and perpetrators: developments in criminology and criminal research. New York, 2012.

FEELEY, Malcom; SIMON, Jonathan. The new penology: notes on the emerging strategy of corrections and its implications. Criminology, London, n. 20,1992.

FEELEY, Malcom; SIMON, Jonathan. Actuarial justice: the emerging new criminal law. In: NELKEN, David (Ed.). The futures of criminolgy. London: Sage, 1994.

HOTT, Júlio Lopes. A polícia judiciária e o combate à criminalidade. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 5, n. 1, p. 246-272, 2015.

LEITE, André Lamas. ‘Nueva penologia’, punitive tum y Derecho Penal: quo vadimus? Por los caminos de la incertindumbre (pos)modema. InDret - Revista para el Análisis del Derecho, Barcelona, n. 2, p. 1-62, 2013.

MACHADO, Bruno Amaral. Duas “leituras” sobre a construção jurídica da impunidade. Revista de informação legislativa, [S.l.], n. 171, p. 277-284, jul/set. 2006.

PAVARINI, Massimo; GIAMBERARDINO, André. Teoria da pena e execução penal: uma introdução crítica. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

ROBERT, Dominique. Actuarial Justice. In: BOSWORTH, M. (Ed.). Encyclopedia of prisons & correctional facilitíes. Thousand Oaks: Sage, 2005. Disponível em: http//dx.doi.org/10.4135/9781412952514.n5, 1997.

SHECAIRA, Sérgio Salomão; CORRÊA JUNIOR, Alceu. Teoria da pena: finalidades, direito positivo, jurisprudência e outros estudos de ciência criminal. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2002.

SICA, Ana Paula Zomer. Prevenção criminal: análise de políticas extrapenais. Rio de Janeiro: Lumen Júris, 2009.

WACQUANT, Loíc. Punir os pobres: a nova gestão da miséria nos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Revan, 2007.

YOUNG, Jock. A sociedade excludente: exclusão social, criminalidade e diferença na sociedade recente. Tradução Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Revan: Instituto Carioca de Criminologia, 2002.

YOUNG, Jock. The criminological imagination. Cambridge: Polity, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5102/rbpp.v8i1.5141

ISSN 2179-8338 (impresso) - ISSN 2236-1677 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia