Jurisdição internacional e as dificuldades de execução de sentenças internacionais no Brasil

Nevitton Vieira Souza

Resumo


O presente artigo tem por objeto de análise as dificuldades observadas na execução de sentenças internacionais no Brasil, a partir da perspectiva do fenômeno da jurisdicionalização da sociedade internacional moderna. Ao ser verificado que o Brasil, atualmente, está vinculado à jurisdição internacional de seis tribunais e órgãos internacionais, o exame sobre os mecanismos domésticos de implementação das sentenças internacionais se evidencia, notadamente em razão do seu descumprimento resultar em nova responsabilização internacional do Estado. Constatou-se que à inexistência de normas especificas nessa matéria no ordenamento interno é somada a limitação excessiva dos projetos de leis-ponte, propostos perante o Congresso Nacional e analisados neste trabalho. Foi empregado o método dedutivo-comparativo, a partir de fontes bibliográficas e documentais indiretas.

Palavras-chave


Sentença internacional, cumprimento de sentença internacional, lei-ponte, cooperação jurídica internacional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/rdi.v15i3.5654

ISSN 2236-997X (impresso) - ISSN 2237-1036 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia